Dr. Plínio Luis Luppino
Dr. Plínio Luis Luppino

Depoimentos

    Quando estava no 7º mês de gestação em Outubro de 2014, tive um sangramento na urina, o exame acusou infecção urinária, tomei antibiótico e diminuiu, mas não por completo. Segundo a Dra. poderia ser areia ou pedrinha que sairia com o parto. Após o parto sentia um desconforto estranho na região da pélvis, comentei com a obstetra e novamente disse que era normal, comentei que no final da urina estava com gotas rosa, ela disse que poderia ser alguma feridinha e receitou uma pomada, mas que se eu estivesse com duvida procurasse um urologista. Então, decidi procura-lo, fiz um ultrassom e a médica durante o exame me disse que havia um problema na bexiga e que eu não deveria deixar quieto, um nódulo na mesma. Na consulta com o urologista, ele disse que poderia ser endometriose e precisaria fazer uma raspagem, após 2 meses veio o diagnóstico de um carcinoma insito de alto grau na bexiga. Segundo o Dr. algo incomum na minha idade e sorte não estar no músculo, mas sugeriu que eu pensasse sobre a remoção total da bexiga. Entramos em desespero, medo sobre o que iria acontecer dali pra frente, pois infelizmente só tínhamos notícias ruins. Então, uma luz...minha irmã por parte de pai me escreve dizendo "pesquise sobre a terapia Gerson". Eu e meu marido assistimos ao vídeo e sentimos muita esperança, mas pensamos, Onde encontrar orgânicos ? Não tínhamos idéia, passei a procurar em varejões e encontrei apenas alguns, pensei em ligar nos telefones dos fornecedores e encontrei do sítio Terra Ecológica para saber sobre a cenoura, pois no varejão não tinha o suficiente para os sucos, e por sorte quando liguei, falei com a pessoa certa: a dona do sítio que tinha passado com uma experiência de câncer de mama e havia se curado através da terapia Gerson e assim foi. Ela me deu o telefone da representante e passei a comprar orgânicos, eu recebia os produtos em casa. A dona do sítio também compartilhou sua história e além disso, disse que eu deveria ser orientada por um médico e indicou o Dr Plínio. Eu já estava disposta a ir para o México, pois lá existe uma clínica especializada na terapia, mas fiquei feliz em saber que o Dr Plínio é autorizado em aplicar a terapia e marquei a primeira consulta, e desde então só encontro paz, ele me passou uma dieta especial, fitoterápicos exames de ressonância para acompanhamento e a partir do momento que iniciei a dieta com os sucos tenho me sentido muito bem, cheia de energia, trabalhando, praticando exercícios, levando uma vida saudável e sem nenhuma Química graças a Deus. Tive meu segundo filho em maio de 2016 lindo e saudável!!! Agradeço a Deus por ter colocado essas pessoas abençoadas em minha vida; por me resgatar, me libertar do desespero para ter força e acreditar. Abençoe o Dr Plínio pela dedicação e amor sobre o que faz.

    Flaviana A. L. B.

     

    Meu nome é Valdevino Antônio de Souza, tenho 55 anos, sou agricultor, e resido na cidade de Pontalinda-SP. Vou tentar resumir em poucas palavras minha história de vitória na luta contra o câncer. Em meados de 2013 comecei a ter alguns sintomas que começaram a prejudicar meu cotidiano, tais como fadiga persistente, fraqueza, tontura, cansaço extremo, piora da visão e dores. Chegou um momento em que se tornou difícil até caminhar poucos metros sem ter que parar e me sentar no meio do trajeto, esperar um pouco para prosseguir. Sempre fui um trabalhador de força, dedicado e trabalhava pesado várias horas por dia.

    E foi em meio a este quadro que resolvi procurar ajuda médica, e um hemograma apontou várias alterações significativas, apontando anemia macrocítica, plaquetopenia e leucopenia. Iniciei o tratamento com suplementação de ferro via oral e injetável e, não tendo obtido resultados, minha família e eu resolvemos procurar um especialista na cidade de Fernandópolis-SP, a fim de investigar as causas e busca de um diagnóstico preciso. Foi uma longa batalha com inúmeros exames, testes, etc, sem descobrir a causa, sendo necessário o uso de várias transfusões de sangue para tratamento sintomático da fraqueza; até que em novembro e dezembro/2013 realizei os exames Mielograma e Biópsia de Medula Óssea, que apontaram a infiltração por linfócitos atípicos na Medula, compatível com Linfoma Não Hodgkin/Leucemia. Foi um momento muito doloroso, difícil de expressar em palavras. Piorando com duas ocorrências de hemorragia anal em melena e sangue vivo, o que acelerou o encaminhamento ao Hospital do Câncer de Barretos.

    Minha primeira consulta no HC de Barretos foi em janeiro de 2014, e a equipe médica realizou todos os exames novamente, a fim de confirmar o diagnóstico e tomar as providências cabíveis. O diagnóstico inicial não se confirmou. Apontaram para a Macroglobulinemia de Waldenstrom CID C 88-8, com indicação para sessões de quimioterapia com medicamentos de alto custo, somente auferidos judicialmente.

    E neste momento, me senti inseguro, indefeso, buscando de todas as formas me reerguer/fortalecer para enfrentar esta doença dita rara. Comecei a me sentir incerto e receoso em relação a certos hábitos alimentares, foi então que, através de amigos da cidade de São José do Rio Preto-SP, conhecemos o nome do Dr. Plínio Luis Luppino, inclusive com a referência positiva de outros pacientes oncológicos que aliaram o tratamento quimioterápico a uma alimentação diferenciada. Minha família e eu decidimos seguir estes passos. De pronto, fomos muito bem atendidos, realizei mais alguns exames que detectaram, além de outras coisas, uma perda considerável de cálcio. Comecei a fazer a terapia com a alimentação orgânica, criei minha própria horta livre de agrotóxicos, turbinei a alimentação com frutas, legumes e verduras, tomei vários copos diariamente de suco de couve com frutas diversificadas, excluí o máximo possível de produtos industrializados, optando pelos alimentos mais naturais, integrais, livres de açúcar branco e leite animal.

    Aos poucos comecei a me sentir melhor fisicamente, e mesmo com os efeitos aborrecedores das quimioterapias, não aparentei fisicamente abatido, pálido, não perdi peso, imunidade, e não caiu nenhum fio de cabelo. Não foi fácil, as reações colaterais da quimioterapia são de fato arrasadoras, porém a manutenção do psicológico em alta é importantíssima. Tive fé em Deus, fé na vitória, lutei.

    Aos poucos todos os exames foram melhorando, a perda absurda de cálcio se normalizou em poucos meses (uma diferença enorme entre os exames), os níveis de IGM foram se adequando, a anemia, a plaquetopenia e leucopenia saíram de cena. Os ciclos de quimioterapia foram interrompidos em outubro de 2014, e desde então passei apenas a fazer acompanhamento clínico no Hospital do Câncer, sem a necessidade da realização de tratamentos.

    Sou muito grato a Deus, ao apoio da minha família e à equipe médica de Barretos e Dr. Plínio Luppino, que me acompanharam todo este tempo. Aprendi que a vida tem muito mais valor do que imaginamos e que a alimentação é uma importante aliada no processo de cura, inclusive prejudica se não adequada. Poder cuidar da saúde com esta consciência torna toda esta experiência menos árdua. Vale a pena lutar.

    Valdevino A. S.

     

     

    Bom dia a todos da clinica Redentora ! Especialmente para o DR PLÍNIO LUPPINO que é mais do que meu medico, um irmão, um amigo! Estava demorando para dar um depoimento, pois sei a importância que será na vida de muitos que estão passando pelo que passei. Este mês de outubro completa dois anos do meu diagnostico de câncer, era um tumor no estomago localizado na pequena curvatura da córdia com 6 cm, denominado de " GIST " TUMOR ESTROMAL GASTRO, após descobrir devido a uma grande hemorragia que quase custou minha vida! Em caráter emergencial, me foi colocado pela equipe medica de oncologia que me atendeu, que a única chance de tentar me salvar era fazendo uma gastroctemia total, ou seja retirada do estomago todo. Foi um choque não só para mim mais a todos os meus entes e amigos, só quem passa sabe o que estou dizendo, num dia esta tudo maravilhoso e no outro você esta no "corredor da morte". Eu obviamente entendi a abordagem Médica e ate faria a cirurgia se não fosse outro fato que não posso deixar de mencionar, pois foi determinante para minha procura por outros meios de tratamento. Eu estava com 5.8 de Hemoglobina ou seja, inapto para uma cirurgia sem a reposição de sangue que seria realizado através de transfusão! Bem, eu embora leigo em medicina, sempre fui um grande pesquisador, e tinha para comigo que não aceitaria uma transfusão caso um dia precisasse. Sou TESTEMUNHA DE JEOVÁ e ao contrario do que muitos pensam damos muita importância na dádiva da vida e não é só por isso, conheço o sangue como substância e não a receberia de qualquer jeito! Marcada a cirurgia para a semana seguinte, comecei a pesquisar sobre tratamentos menos invasivos, ficava até 15 horas na internet por dia. Já na primeira semana de pesquisa, tinha elementos suficiente para questionar a cirurgia e cancelei a mesma, mesmo sobre protesto medico de que poderia morrer em uma semana ou um pouco mais! Descobri algo assustador sobre o câncer: não existe nada com um MARKETING tão grande de apelação! Movido pela INDUSTRIA DO CANCER as pessoas fazem de tudo pois afinal quem quer morrer? Descobri verdadeiros Gênios da medicina Alternativa que enquanto o Índice de cura atual da medicina alopata chega a 3%, o dos tratamentos alternativos podem chegar a 95%, conheci inúmeros trabalhos de excelente resultado, mais um me chamou mais a atenção que foi do Dr. MAX GERSON. Sempre procurei pautar minha vida em coisas lógicas, e me pareceu sensato o tratamento por ele apresentado e decidi que iria por este caminho! Bom sabia que a jornada seria longa e penosa! Comecei a pesquisar quais médicos no Brasil conheciam o tratamento, bem cheguei a dois e um deles tive a sorte de conhecer: o Dr PLINIO. Eu ainda estava com a cirurgia marcada quando passei por uma consulta com ele, foi incrível nãoo foi apenas uma consulta , foi um dialogo entre duas pessoas com um objetivo comum , um tratamento que fosse humano e eficaz ,pois eu não queria ser mutilado pela cirurgia, nem queimado pela radio e nem envenenado pela químio afinal meu corpo já estava pedindo socorro e uma boia de ferro só me ajudaria a afundar mais rápido! Bem o DR. PLINIO em posse dos meus exames me passou então as dietas, tendo como base o protocolo de Gerson, com algumas atualizações que achei precisas, nesse dois anos fiquei até meses sem falar com o Dr Plínio, mais estava firme nas dietas e tomando os manipulados me receitados por ele, é digno de nota dizer que cancelei a cirurgia na sequência da consulta e mudei radicalmente de vida, passei a ter uma alimentação saudável, já no primeiro mês foi assustador a melhora que tive, e de lá para cá só tenho melhorado, claro que faço exames periódicos em Barretos no Hospital do Câncer, onde sou também dignamente recebido e com bom senso aceitam meu tratamento alternativo embora não concordem! Até sugeriram uma cirurgia menos invasiva e localizada por vídeo, mas meus últimos exames mostram uma remissão quase que total do tumor, estou saudável voltei até jogar bola que é meu esporte favorito! Estou esperando para fazer uma consulta com outro especialista para estudar a possibilidade de fazer uma mini cirurgia por endoscopia pois hoje o tumor esta com 2 cm e segundo meu medico de Barretos não tenho mais células malignas. Sei que minha luta permanecera pois nunca vou poder descuidar, e daí vivemos de desafios esse é o nosso combustível mais com certeza minha alimentação e da minha família mudou, todos ganhamos! Conheço bem hoje o que esta por traz da alimentação direcionada, sei da Big Pharma, sei do que esta envolvido em tudo isso é vergonhoso e cruel, mais cabe a cada um sair de sua zona de conforto e questionar e fazer a sua parte. Existem verdadeiros aliados como DR. Plínio que já compraram essa briga e falam abertamente sobre tudo isso, essa será sem duvida a medicina do futuro as farmácias serão sacolões de produtos orgânicos, e cirurgia só para acidentados! Eu acredito nisso!

    Nivaldo M.

     

    Há quase 02 anos atrás fui surpreendida com um diagnóstico de reto colite e a partir daí comecei um tratamento com altas doses de medicações e um deles foi o corticóide que acabou com meu sistema imunológico, muito inchaço, dores no corpo e queda de cabelo. 
    Não contente com o tratamento comecei pesquisar outras especialidades e cheguei a conclusão que a Nutrologia seria uma saída. Tive indicações do Dr. Plínio e agendei a consulta.
    Quando cheguei na sala, olhei para o médico que me perguntou como eu estava e eu imediatamente disse: Dr. não aguento mais tantas medicações, e ele logo começou olhar meus exames e me disse: Em breve você estará bem, basta seguir o tratamento que vou lhe propor e deixará todas essas medicações. 
    Senti uma tremenda confiança e comecei a dieta, as sessões de ozônio e algumas medicações homeopáticas.
    Em prazo de poucos dias parei com aquelas altas doses de remédios e hoje  todos os sintomas desapareceram.
    Indico o tratamento a várias pessoas e estou aqui para dizer que sou muito grata ao Dr. Plínio e sua equipe.

    Ana Carolina C.

     

    Sou Perfeta, paciente do Dr. Plínio, figura muito simpática, atenciosa, dócil e acima de tudo super competente no que faz. Estava acima do peso, com problemas sérios; fígado aumentado e gordura dentro do fígado. Precisava emagrecer 14 kg.
    Meus hábitos alimentares eram péssimos, em função disso tive órgãos vitais comprometidos: Pâncreas, rins, Pré-diabetes, anemia e esteatose hepática. A dieta prescrita por ele foi perfeita, comida saudável, tudo integral, deu tudo muito certo e o resultado foi além da expectativa.
    Hoje, mesmo tendo saído do peso de risco, continuo me alimentando de acordo com a dieta, afinal é uma alimentação muito agradável ao paladar, hábitos saudáveis é o que tem de melhor em minha vida! Devo dizer que em minhas visitas de consulta com o Dr. Plinio e a nutricionista Bárbara são muito agradáveis.
    Parabéns Dr. Plínio, parabéns pelo seu trabalho e muito obrigada por tudo o que o Sr. tem feito por mim! Uma salva de palmas para o Dr. Plínio

    Perfeta

     

     "Sou paciente do Dr. Plinio a uns 5 meses e vou contar o que em tão pouco tempo mudou minha vida. Meu nome é Silvana Aline Pinheiro Okagava, tenho 36 anos e após um stress muito grande que passei em minha vida, comecei a inchar todos os dias de uma forma que, meus pés não cabiam mais nos calçados. Não dando muita importância, isso com alguns meses foram se agravando de tal forma em que o corpo todo já estava da mesma maneira. A diferença chegou a ser seis quilos (6kg) a mais do meu peso normal, então resolvi procurar a medicina e com muitos exames, até mesmo com uma biopsia dos rins, foi diagnosticado um lúpus sistêmico, onde eu chegava perder ate duas mil (2000) proteínas na urina, e que esse estava sendo o maior causador dos meus inchaços. Sendo assim, para minha maior tristeza, tive que tomar mais de 3 tipos de medicamentos, sendo um deles corticóide. Fiquei mais triste com os medicamentos do que com a notícia da própria doença. Mesmo assim, contra minha própria vontade tomei por dois meses, fiquei com meu psicológico muito abalado, pois não estava me sentindo bem tomando aqueles remédios, o que era pior, meu nível de stress aumentou! Foi ai então que resolvi procurar um médico nutrólogo, Dr. PLINIO LUIS LUPPINO. Fascinada pela idéia de fazer rigorosamente a disciplina alimentar, e ouvindo dele tudo o que mais queria: "Se você fizer corretamente a dieta que vou te passar você não vai precisar mais tomar esses remédios". Essas palavras entraram na minha mente com muita força e me deu coragem para seguir rigorosamente tudo que tinha me passado para fazer, e imediatamente parei com todos aqueles remédios! Foi impressionante! Nunca mais fiquei com inchaços, nenhum dia se quer. Após um mês de regime, repeti meus exames e está tudo ok, minha anemia foi embora e minha proteinuria também. Sigo com minha dieta muito feliz, pois agora me sinto muito bem!!! O motivo deste depoimento é para que outras pessoas tenham benefício para sua saúde como eu tive através de um nutrólogo. Obrigada Dr. Plinio."

    Silvana A.

      

     "Olá! Me chamo Briana Rosa, atendo por Bibi e sou de Brasília. Aos 25 anos fui diagnosticada com câncer no sistema linfático, linfoma-Não Hodking de células B no estágio II em março de 2014. Passei por uma biopsia e vários exames realizados por causa do crescimento de nódulos no meu pescoço, parecia que eu estava com cachumba. Nunca tive dores ou qualquer sintoma perceptível que me alertasse. Fazem dois meses que concluí o tratamento convencional, e graças a Deus estou curada e em remissão, passei por 4 sessões de quimioterapia e 15 de radioterapia. Continuo com os tratamentos naturais pois eles são também preventivos. Comecei a ser acompanhada pelo Dr. Plínio Luis antes mesmo de iniciar a quimioterapia, o que acredito ter sido um grande diferencial que me levou a conseguir resultados positivos durante todo o processo. De acordo com minhas necessidades o Dr. Plínio prescreveu suplementos manipulados e uma rígida mudança na minha alimentação. Além disso, por conta própria, passei também a fazer auto-hemoterapia e a tomar um preparado de babosa. Tomar todos os sucos, os suplementos e mudar a alimentação não foi e não nada fácil! Mas sei o quanto me fez bem por isso mudei minha alimentação de vez, estou bem animada com a mudança. Busquei me informar sobre terapias naturais e alternativas, através de livros, blogs, sites, pesquisas científicas em português e outras línguas, encontrar um médico que trabalha com essa abordagem foi um presente de Deus para mim! Criei um blog para partilhar a experiência que tenho vivido, o link do blog é Vida Bendita .Bem, para quem foi diagnosticado com câncer, coragem! Respire fundo, não existe caso perdido, encontrei vários casos surpreendentes em minhas pesquisas. Trace uma estratégia para combater o câncer e use de todas as armas disponíveis no combate, terapias convencionais (quimio e radio) e as super importantes terapias naturais e alternativas. Recomendo o livro "Anticâncer" de David Servan, e "A Terapia Gerson" (La Terapia Gerson), o livro ou o site, há bastante material disponível na internet. Informação é fundamental e indispensável. O câncer é uma doença grave mas não é um atestado de que vamos morrer. O tratamento é difícil e precisamos entender que podemos e devemos ajudar o nosso corpo a lutar contra essa doença e descobrir o que nos ajuda nessa hora."

      Briana R.

     

    "Estava acima do peso e com um problema de estômago, caminhando para um pré-cirrose e diabetes, quando vi o tratamento que um primo meu havia feito e procurei em setembro de 2011 o nutrólogo que estava aplicando essas terapia alimentar. Em 70 dias, emagreci 20 quilos. A mudança foi radical e meu problema de saúde foi resolvido. Aos poucos, após a melhora, novos alimentos foram sendo reintroduzidos. Hoje, raramente sinto uma azia, apenas quando saio da rotina e abuso um pouco. As pessoas têm de se conscientizar que é preciso mudar a rotina e os hábitos, porque não existe milagre. Estou muito feliz e esse tratamento aumentou muito minha autoestima. O mundo precisa mudar a alimentação e não tem nada melhor do que essa terapia que elimina os alimentos que fazem mal e inclui os que precisamos para manter nossa saúde." 

    C.L.P. 50 anos, arquiteto

     

    "Em 2009, tive um câncer no intestino e fui submetida a uma pequena cirurgia para a retirada de uma parte comprometida. Minha filha me levou até o nutrólogo, por achar que a doença era decorrente de má alimentação. Ele mudou toda a minha alimentação e também passei a tomar 10 copos de sucos por dia como parte desse tratamento. Continuei também com o acompanhamento do meu médico e vi os resultados a partir das novas colonoscopias que passei a fazer cada seis meses. Para mim foi ótimo. Passei a consumir apenas produtos orgânicos e valeu muito a pena mudar a alimentação como forma de preservar minha saúde.Tenho uma amiga que teve o mesmo problema que o meu, fez cirurgia, quimioterapia e infelizmente faleceu. As pessoas que têm esse problema deveriam tentar."

    Nair M. 52 anos, empresária

© 2013 - Prof. Dr. Plínio Luis Luppino - Todos os Direitos Reservados.